Mercado




Novos lançamentos fortalecem verticalização da região Sul de Rio Preto com apartamentos de médio e alto padrão


Ao longo de 2020, um dos setores que mais demonstraram resiliência durante a crise foi a construção civil. Em Rio Preto, os números foram até superiores ao da média nacional. Segundo estudo recente da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), o setor registrou nos primeiros sete meses do ano crescimento de 17% no País. Já por aqui, esse aumento foi de 20%, de acordo com o Secovi. E o mercado imobiliário na cidade se mostra ainda mais aquecido no segmento de alto padrão, onde, até julho, houve acréscimo de 35% nas vendas, na comparação com o mesmo período do ano passado.

Todo esse cenário ajuda a entender um movimento recente, que se intensificou bastante nos últimos anos: a verticalização de Rio Preto. De fato. Segundo um dos estudos mais atuais, realizado pela consultoria Brain Inteligência Estratégica, há na cidade uma clara tendência de verticalização, com aumento de 15,75%.

Hoje, há pelo menos duas regiões em Rio Preto onde esse movimento está mais evidente: no entorno do shopping Iguatemi e do Plaza Avenida Shopping, ambos na região Sul. Em comum entre essas duas áreas, além da excelente localização e de uma ótima vista para a cidade, o foco em um mercado comprador de médio e alto padrão. Seria algo equivalente à avenida João Fiuza para Ribeirão Preto ou ao bairro Itaim Bibi para São Paulo.

Para Olavo Tarraf Filho, vice-presidente da TARRAF, o desenvolvimento tardio, em comparação com outras áreas da região sul, permitiu um melhor planejamento urbanístico voltado para os públicos A e B. “Em locais onde há centro de compras, sempre temos expansão e urbanização forte. A demanda é alta nesses endereços, e estamos presentes nas duas. Temos 28 mil metros quadrados atrás do Sam’s Club (antigo Walmart) e fechamos uma outra área, de 40 mil metros quadrados, próxima ao Iguatemi. A nossa expectativa é lançar seis novos empreendimentos nos próximos anos nesse local”, adiantou.

Precursora na exploração de terrenos na área próxima ao Iguatemi, a incorporadora é uma das que mais têm impulsionado o desenvolvimento imobiliário de alto padrão na região Sul. Além do Montelena - o mais luxuoso entre todos os lançamentos - a TARRAF lançou no final deste ano o Quintessa. Juntos, os dois empreendimentos somam quase R$ 110 milhões em Valor Geral de Vendas (VGV).

O Montelena tem 33 apartamentos, divididos entre duas torres de 12 pavimentos. Os maiores chegam a 343 m² de área útil, quatro suítes e cinco vagas de garagem. O Quintessa, que será construído ao lado, terá 44 apartamentos de 162,44 m² em uma torre única, todos com três suítes, divididos em 11 pavimentos.

“Nossa proposta é oferecer a esses moradores a sensação de estar em um clube, com conforto e segurança. Certamente, serão dois produtos de referência para o mercado imobiliário”, diz Tarraf Filho. 

Serviços influenciam na escolha 
Na região do Plaza Avenida Shopping, uma das empresas pioneiras no lançamento de empreendimentos com tickets mais elevados foi a RNI, do Grupo Rodobens, com os condomínios verticais Madison e Green Plaza, entregues em 2015 e 2016, respectivamente. Já em 2017, a construtora entregaria o Integrato, dentro do complexo do shopping Iguatemi.

Para Henrique Cerqueira, diretor de Marketing, Vendas e Novos Negócios da RNI, o fator determinante para a tomada de decisão sobre o perfil do empreendimento é a necessidade dos moradores da região e locais com alto potencial de valorização.

Ele afirma também que a localização é um ponto importante a ser considerado. “Umas das atenções que temos em nossos projetos é observar a oferta de serviços à disposição dos futuros moradores. O fato de ter os shoppings em suas vizinhanças foi importante, já que é possível ter fácil acesso a um grande cardápio de facilidades sem grandes deslocamentos.”  

Outra empresa do setor que investe na região é a BKO, de São Paulo, que traz a Rio Preto o BKO Wave. Um dos empreendimentos instalados no eixo próximo ao Plaza já está com 55% das unidades comercializadas. A previsão de entrega é para o segundo semestre de 2021.

A escolha do local onde o BKO Wave está sendo construído levou em consideração essa tendência. “Rio Preto é marcada pelo seu pioneirismo e crescimento constante. Por isso, lançamos um projeto à altura de sua história e seu desenvolvimento. Tanto que criamos um slogan alinhado a essas características: ‘Evolução em todos os sentidos’. Definimos trazer à cidade o que há de mais moderno e atual”, destaca Joe Khzouz, CEO da BKO.

Também na região do Plaza estão sendo construídos o Holt Place e o Reserva da Mata, ambos da Hugo Engenharia, outra incorporadora com atuação no segmento de médio e alto padrão. O Holt Place oferece 10 opções de planta, com 197 m². Já o Reserva da Mata foi projetado para funcionar como um boulevard, com conceito e infraestrutura contemporâneos. Os apartamentos terão 127 m² e quatro opções de planta.

Tendências de mercado
O diretor comercial da Hugo Engenharia, Marcelo Chibeni, concorda que a verticalização imobiliária é uma forte tendência e tem favorecido, principalmente, empreendimentos de alto padrão. “A retomada dos recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) para empreendimentos preferencialmente verticalizados é uma tendência do nosso mercado. A Hugo Engenharia, há algum tempo, identificou a deficiência de imóveis verticais em Rio Preto planejados e buscou soluções arrojadas nos principais mercados do Brasil e grandes cidades do mundo, adotando esses projetos para a nossa realidade”, diz.

Chibeni ainda destaca as características que diferenciam o momento imobiliário atual. “A alta volatilidade dos ativos de risco e a necessidade por residenciais adequados às tendências, como a intensificação do home office, além da busca por qualidade de vida, com localização privilegiada e um programa de lazer completo dentro do condomínio são fatores favoráveis ao mercado de alto padrão”.




Últimas Notícias sobre Mercado

Site Desenvolvido por
Agência UWEBS Criação de Sites

Categorias

As + Lidas

  1. Super Muffato Damha será um investimento de mais de R$ 45 milhões
  2. Postos de combustíveis estão abastecendo apenas com declaração de atividade essencial ou de servidor público
  3. Comércio e serviços poderão abrir seis horas por dia de quarta a sábado apenas
  4. Prefeitura divulga regras para reabertura de restaurantes, salões de beleza e academias
  5. Região do bairro São Francisco lidera o ranking de Rio Preto
Ir ao Topo