Cultura




Jornada Literária Apocalíptica inicia sua programação nesta quarta, 19/05


São José do Rio Preto, 18 de maio de 2021 - Promovendo debates necessários sobre a literatura e outras linguagens culturais, o FrESTA – Jornada Literária Apocalíptica inicia sua extensa programação amanhã (19), oferecendo ao público mais de 65 horas de atividades culturais gratuitas com o propósito de mostrar que a literatura vai muito além do livro.

O festival acontece até domingo (23), com diversos segmentos literários, e também contará com apresentações e atividades formativas de teatro, cultura urbana, cultura negra e popular, patrimônio imaterial, dança e música. O público pode participar por meio das mídias digitais da Companhia: YouTube, Facebook e Instagram (@cia.apocaliptica).

 

Contação de histórias
Uma das categorias principais do festival é a “Contação de história”, com quase vinte apresentações diferentes e com contadores que trazem diversidade temática e metodológica para o evento.

Como o FrESTA também é um festival multi linguagens, por isso abordará alguns espetáculos e apresentações que envolvem teatro, cultura urbana, cultura negra e popular. A Cia. Bardos de Teatro apresenta diariamente, às 16h30, o “Pequeno”, história gravada que em cinco episódios, inspirada no livro Moby Dick, narra a vida de Herman, um grande escritor que há muitos anos navega no mundo das águas para fugir de sua tristeza.

Na quarta (19), às 21h, A Casa de Criar apresenta o projeto “Mural para um corvo e um gato, pretos” que propõe um 'passeio visual' pela obra do poeta e escritor estadunidense Edgar Allan Poe. Na quinta (20), também às 21h, a Cia. do Santo Forte faz apresentação do espetáculo “Zona Contaminada”, com texto teatral de Caio Fernando Abreu e classificação para maiores de 18 anos. E na sexta (21), também às 21h, a banda Trovalírica apresenta o “Show Trovalírica”.

Lançamento de Livros
Autores independentes aproveitam o espaço do festival para lançar suas obras recentes, como o escritor Vicente Serroni, que na quarta-feira (19), às 19h lança o “Variantes Silenciosas”. Já na sexta-feira (21), também às 19h, Camila Puni disponibiliza o livro/ebook “Zine feminista: datilografias de fúria & saudade”, no qual aborda a experiência gramatical para encontrar a língua falada entre as zineiras (quem faz zines). E no último dia de evento, domingo (23), a poeta paulistana Susanna Busato lança o “Moldura de lagartas”, às 19h, livro vencedor do Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo, o PROAC 2019 e que estabelece o diálogo com essa matéria complexa que é a reflexão sobre a poesia.

Áudio livro/ Vídeo poema
O áudio também é uma das vertentes que faz parte do FrESTA, com isso serão apresentadas duas atividades que acontecem na quarta-feira, dia 19, às 11h,  com o áudio livro “ Confissões sem tortura”, da Juliana Medeiros e na sexta-feira e domingo (21 e 23), às 11h, com o Colapso Mpeg, do artista Juny KP.




Últimas Notícias sobre Cultura

Site Desenvolvido por
Agência UWEBS Criação de Sites

Categorias

As + Lidas

  1. Super Muffato Damha será um investimento de mais de R$ 45 milhões
  2. Postos de combustíveis estão abastecendo apenas com declaração de atividade essencial ou de servidor público
  3. Comércio e serviços poderão abrir seis horas por dia de quarta a sábado apenas
  4. Prefeitura divulga regras para reabertura de restaurantes, salões de beleza e academias
  5. Região do bairro São Francisco lidera o ranking de Rio Preto
Ir ao Topo