Rio Preto




Trabalhar de onde estiver, sem endereço fixo, com total liberdade geográfica, vira estilo de vida e conquista jovens profissionais


Antenados com as tendências de trabalho remoto e vida minimalista, alguns rio-pretenses têm se tornado nômades digitais. Tratam-se de pessoas que não moram permanentemente em um só lugar. Têm trabalho autônomo ou atuam no modelo home office para empresas nacionais ou internacionais, por meio da internet, o que lhes permite viajar para diferentes partes do mundo, em qualquer época do ano. Estilo de vida que tem sido adotado (e até invejado) hoje por muitos profissionais - especialmente os jovens.

É o caso da tradutora da área farmacêutica Ana Carolina Cordova, 38 anos, criadora do perfil @treatsandtrips no Instagram, com 88,7 mil seguidores. Ela se tornou nômade digital há cerca de 10 anos e faz sucesso nas redes sociais postando fotos e vídeos, especialmente sobre dicas de passeios e gastronomia. Apenas neste ano, ela já esteve em cinco países. Carol se formou em Letras - Tradução; morou 1 ano nos Estados Unidos, trabalhando como au pair; e, em seguida, mudou-se para São Paulo (SP), onde estudou Direito e atuou em escritório de advocacia. Mas como não se via trabalhando nos horários “normais” (gosta de trabalhar à noite), decidiu ficar só com a tradução, que é o que realmente gosta de fazer.

“Mesmo antes da pandemia, já trabalhava só de casa. Acho que hoje em dia esse estilo de vida está ainda mais comum, pois as empresas estão vendo que trabalhamos por ‘produção’, independentemente de estar em um lugar ou não”, afirma. Recentemente, a tradutora passou 15 dias no Chile, onde mora o seu namorado, e um mês em Portugal, onde está a família dele. Entre idas e vindas, sempre inclui paradas em Rio Preto - onde os pais residem e onde está seu “guarda-roupas oficial”.


“Mesmo antes da pandemia, já trabalhava só de casa", conta a tradutora que vive viajando e trabalho remotamente

A rotina é dividida em períodos para o trabalho e turismo - quando está em locais inexplorados. Procura organizar bem seus horários e prazos, a fim de não afetar a produtividade. André Yamamoto, 26, colocou o pé na estrada há cerca de dois anos. Viveu praticamente toda a infância e adolescência em Rio Preto, mas, desde que se formou em Engenharia de Produção, resolveu deixar o País em busca de novos desafios.

“Em 2015, quando ainda estava na faculdade, morei um ano nos Estados Unidos, por meio do programa Ciência sem Fronteiras. Nessa época, aprimorei meu inglês e percebi que existiam muitas oportunidades fora”, explica. Seu primeiro voo solo foi para Lisboa, em Portugal. Lá, trabalhou como voluntário, estagiário, trainee e freelancer em várias empresas e funções. Desde 2020, porém, optou por uma vaga remota, que tem lhe permitido conhecer pessoas e costumes de outras nações. Yamamoto atua como consultor de operações internas de uma startup norte-americana. “No ano passado, resolvi passar uma temporada na Itália, para finalizar o processo de cidadania europeia. Mas também já trabalhei da Espanha, Hungria, Ucrânia, Polônia e Bélgica”, afirma ele, que atualmente está em São Paulo, mas planeja se mudar para a Colômbia ainda em 2022.


“Acho que esse estilo de vida traz mais vantagens que desvantagens", afirma André Yamamoto

A escolha das cidades está relacionada com oportunidades de conexões, criadas por familiares e amigos que já moram nelas ou por comunidades de nômades digitais já estabelecidas. Outro fator importante é o fuso horário. Dependendo do lugar, é preciso acordar de madrugada ou trabalhar em feriados e fins de semana. Por outro lado, costuma sair frequentemente em dias comuns para exercitar-se, divertir-se e conhecer pontos turísticos. “Acho que esse estilo de vida traz mais vantagens que desvantagens. Ao conhecer novos lugares, você precisa se conectar com pessoas diferentes e quebrar estereótipos. Acaba desenvolvendo habilidades pessoais, como a empatia, e fazendo muito networking. Um dos pontos negativos é a solidão. Como estamos constantemente nos mudando, muitas vezes não é possível construir e manter relações mais profundas.”

Disciplina e organização
Levantamento realizado pelo site de recrutamento InfoJobs com base em seus anúncios mostra que o número de vagas de trabalho remoto no Brasil cresceu cerca de 85% nos primeiros meses de 2021, em comparação com o mesmo período de 2020, período pré-pandemia. Sobre os profissionais que desejam continuar trabalhando de maneira remota, sendo livres para morar e viajar, a diretora da Fibra RH, Lígia Picoli, destaca que a autonomia e flexibilidade podem ser traiçoeiras, pois sem separar os horários dedicados ao trabalho e ao lazer corre-se o risco de assumir uma carga horária extenuante. Por isso é importante ter disciplina e organização.

Também é preciso investir em bons equipamentos e boa conexão com a internet, além de cuidar da saúde mental. “A falta de interação com colegas de trabalho pode gerar insegurança, pois é difícil medir se está agradando, se as entregas estão dentro do esperado e se os resultados estão sendo reconhecidos.”

Para as empresas, Lígia reforça que esse tipo de colaborador também pode representar vantagens, uma vez que se reduz o custo fixo, com energia, deslocamento, entre outros; aumenta-se a atratividade na contratação de profissionais de qualquer localidade; e retém-se talentos que preferem ter liberdade de produção, mas garantem qualidade na entrega. Por outro lado, diminui-se a interação e o networking entre as equipes, cria-se um possível distanciamento da cultura organizacional e do senso de pertencimento; e aumenta-se a dificuldade de comunicação.

15 profissões compatíveis com nomadismo digital
Analista de marketing digital
Assistente virtual
Community manager
Consultor
Customer sucess
Designer
Digital influencer
Editor de vídeo
Fotógrafo
Headhunter
Infoprodutor
Professor de idiomas
Programador
Redator
Tradutor

15 perfis para seguir no Instagram
@amandioka
@brunopicinini 
@casalpartiu 
@debbiecorrano 
@julianasaldanhacom 
@marcuslucas 
@matheusdesouzacom 
@mondayfeelings 
@naestradadevolare
@nandokanarski 
@nomadesdigitais 
@omundotrip 
@priscilakamoi 
@viajologoexisto 
@360meridianos 
 




Últimas Notícias sobre Rio Preto

Site Desenvolvido por
Agência UWEBS Criação de Sites

Categorias

As + Lidas

  1. Super Muffato Damha será um investimento de mais de R$ 45 milhões
  2. Postos de combustíveis estão abastecendo apenas com declaração de atividade essencial ou de servidor público
  3. Comércio e serviços poderão abrir seis horas por dia de quarta a sábado apenas
  4. Rio Preto terá Festa das Nações de 16 a 18 de junho
  5. Laboratório HLab vai realizar testes particulares para a Covid-19
Ir ao Topo