Rio Preto





Sobrevivente de naufrágio, Dr. Geovane conta, emocionado, minutos que antecederam a tragédia com barco-hotel


São José do Rio Preto, 18 de outubro de 2021 - Sobrevivente de um naufrágio que vitimou quatro pessoas de sua família, incluindo seu pai, o médico de Rio Preto, Dr. Geovanne Furtado de Souza conta que foi salvo por Deus e que tragédia aconteceu em segundos. "Estavamos muito felizes, voltando de uma pescaria em família, só parentes, quando o tempo virou e começaram as primeiras gotas de chuva, entre o tempo fechar e o barco virar foi tudo muito rápido", relembra, emocionado.

A tragédia ocorreu na última sexta-feira, dia 15/10, após o barco-hotel em que estavam naufragar durante uma tempestade em Corumbá, no Mato Grosso do Sul. O profissional também estava na embarcação, mas foi resgatado com vida e tem estado de saúde estável.

O nome do barco-hotel era Carcará e retornava no momento da tempestade de uma pescaria de uma semana, que teve início no dia 8 de outubro, no rio Paraguai. A maioria das vítimas era de Rio Verde, Goiás. Ao todo 21 pessoas estavam na embarcação, entre passageiros e tripulantes.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o acidente teria ocorrido por volta das 14 horas, quando uma forte tempestade atingiu o barco no retorno da pescaria. Ventos superiores a 45km/hora teriam sido os responsáveis, segundo o Corpo de Bombeiros, pela virada da embarcação.

Relato
"Meu pai estava muito feliz, no dia anterior havia sido aniversário dele. Meu sobrinho afilhado então, era a primeira vez que pescava na vida, pegou um monte de peixes. Tinha sido uma alegria intensa. Fizemos um churrasquinho para comemorar, alguns foram arrumar as malas, meu pai foi descansar na sala. Foram exatos oito segundos, eu olhei pra fora e vi a chuva longe. De repente caíram algumas gotas grandes. Meu primo esqueceu o celular, eu o chamei, de repente o barco deu uma balançada, um pirex de arroz que estava na mesa quase caiu, fui pegar. Daí o barco virou, foi rápido demais...", conta o médico.

A família pescava todos os anos em Corumbá, momento em que se reuniam para confraternização.

"Não deu medo, não deu nada, foi tudo muito rápido, só pensei: morri. Eu tava na parte mais alta do barco. De repente o barco estava virado pra baixo, todo mundo desesperado, tentando sair, procurando sair, foi desesperador. Não tinha energia, não tinha meios de comunicação. A Marinha e os Bombeiros quando chegaram, deram muito suporte pra gente, ajudando a procurar quem estava desaparecido", relembra Furtado. 

As 14 vítimas foram resgatadas por um barco do Exército  que passava pelo local e outra embarcação da Marinha. Já o resgate dos passageiros e tripulantes afogados foi realizado por mergulhadores do Corpo de Bombeiros de Campo Grande (MS).

Luto
Neste domingo, foram enterrados em Rio Verde: Thiago Souza Gomes, de 18 anos, Fernando Gomes de Oliveira, de 49 anos, pai de Thiago, Olímpio Alves de Souza, de 71 anos e Geraldo Alves de Souza, de 78 anos, pai de Geovanne.

O corpo de Fernando Rodrigues Leão também foi resgatado, mas ainda não havia sido transportado para Rio Verde. Também morreram no naufrágio Vitor Celestino Francelino, de 64 anos, comandante da embarcação e Mauro Rodrigues Canavarro, de 49 anos, auxiliar de convés.

Geraldo Alves de Souza era membro da Loja Maçônica Estrela Rio-Verdense. Souza também foi vereador em Rio Verde e presidente do Sindicato rural de Rio Verde.

O Conselho de Administração da Unimed Rio Preto lamentou, por meio de nota, o acidente e as perdas familiares do médico Geovanne Furtado de Souza. O profissional integra a diretoria da cooperativa. "Uma fatalidade que consternou a todos. Dr Geovanne passa bem e está no local acompanhando as buscas ao lado do Corpo de Bombeiros."

Investigação
A Marinha já instaurou inquérito para investigar o naufrágio. Em nota, afirmou que foi instaurado um Inquérito Administrativo sobre Acidentes e Fatos da Navegação (IAFN), que vai apurar as causas e responsabilidades do acidente. 

A Polícia Civil de Corumbá (MS) também vai investigar o ocorrido, ouvindo sobreviventes do acidente. Serão averiguadas possíveis irregularidades na embarcação.

A contratação do barco-hotel teria ocorrido no Porto Limoeiro com destino ao Paraguai Mirim, região do Castelo, com parada em Bonfim.

Confira o vídeo com o depoimento completo do médico abaixo:

Fotos: Arquivo pessoal/Imprensa MS




Últimas Notícias sobre Rio Preto

Site Desenvolvido por
Agência UWEBS Criação de Sites

Categorias

As + Lidas

  1. Super Muffato Damha será um investimento de mais de R$ 45 milhões
  2. Postos de combustíveis estão abastecendo apenas com declaração de atividade essencial ou de servidor público
  3. Comércio e serviços poderão abrir seis horas por dia de quarta a sábado apenas
  4. Prefeitura divulga regras para reabertura de restaurantes, salões de beleza e academias
  5. Região do bairro São Francisco lidera o ranking de Rio Preto
Ir ao Topo