Consumo




Novos points gastronômicos de Rio Preto ganham notoriedade com propostas distintas e cozinha autoral


Raphael Gomes Soares, Leonardo Fariq Facio e Gustavo Weber. Três empresários que vêm fazendo diferença em Rio Preto com os novos points gastronômicos e de lazer inaugurados por eles na cidade. De naturezas distintas, o Uai Steak, no Imperial, o Nonno Cozinha Ítalo Brasileira, na região sul, e o Dodge American Bar, na Andaló, são exemplos de novas casas inauguradas há menos de um ano e que agradaram em cheio os rio-pretenses.

 

Carne à mineira

A insatisfação com o antigo emprego e um presente de casamento inusitado foram decisivos para que o hoje empresário Raphael Soares, do Uai Steak, mudasse o rumo de sua vida. Executivo de contas de uma multinacional em São Paulo e cansado da vida corporativa, viu que levava jeito para comandar uma cozinha depois de se oferecer para fazer a comida do casamento de um amigo. 

“Fiquei tão feliz com o convite para ser padrinho que disse que iria fazer a comida, que o buffet era meu. Sempre amei cozinhar, mas nunca para tanta gente de uma vez (cerca de 150 convidados), e deu certo. Foi um risco, mas ver todo mundo se deliciando com cada prato me deu ânimo para pedir demissão e decidir montar meu próprio negócio”, relembra. 

Tomada a decisão, a dúvida passou a ser qual rumo tomar dentro da gastronomia. Qual diferenciar trazer para esse negócio a fim de conseguir se destacar. "Na época estava começando o negócio de home chef em São Paulo, daí pensei: ‘em Rio Preto não tem isso’. Daí vim com a cara e a coragem de volta para o Interior. Durante um ano, fiz uns quatro eventos, gastei todas as minhas economias, quase fali”, conta.

O Uai Steak é uma steakeria localizada no bairro Imperial. O nome, segundo Raphael, veio da sua origem mineira, “Uai”, talvez a interjeição mais comum dos mineiros. “E steak porque eu não poderia trabalhar com outra coisa que não envolvesse carne. Nasci e trabalhei muito tempo no açougue da minha família, por isso também a familiaridade com a cozinha”, conta. 

O negócio demorou a engrenar. “Estava difícil. Até que um dia, por felicidade do destino, comecei a cortar a carne de forma diferenciada em um evento e o pessoal curtiu, começou a filmar, tirar fotos... Percebi que isso, aliado à boa comida, fazia a nossa diferença. Nascia ali o conceito do negócio: proporcionar uma experiência única. Foi o que fez a empresa prosperar.”




 

Em dois anos, Raphael viu o negócio (que começou como serviço de eventos) decolar. De quatro eventos ao ano para 200! A coisa ia de vento em pop até vir a pandemia e jogar um balde de água geladíssima. Cozinhar para quem, com a suspenção dos eventos e as pessoas isoladas em casa?

“O que todo mundo estava fazendo na pandemia? Comendo em casa, pedindo. Foi quando transformei o Uai em take-off, fazendo assados para retirada. Foi nessa época também que ganhei um sócio, o meu amigo Jorge, o mesmo que iniciou a grande transformação da minha vida quando me deixou cozinhar no casamento dele”, diz o empresário.

Foram meses de procura até achar o ponto ideal, reformá-lo a quatro mãos - sim, os dois sócios colocaram a mão na tinta, literalmente, e também “assinam” a decoração rústica e com pegada industrial do espaço. Com a diminuição das restrições impostas pela pandemia, já no fim do ano passado, foi possível agregar ao serviço de eventos e ao take off, mesas para atender o público na casa, com cardápio diferenciado. 

O Uai Steak funciona às sextas, no jantar; sábado, no almoço e jantar; e domingo, no almoço. Tanto para atendimento no local como para retirada. “Quem prova o ‘franguim’ marinado na laranja, desossado e recheado com queijo e farofa, volta. A ‘costela do pai’, então, que desmancha. É amor em forma de churrasco. Nossa cozinha tem raízes mineiras, preparo artesanal, é a legítima comida afetiva”, ressalta o empresário. 

Um dos pratos mais pedidos da casa é o menu experiência, individual, com cinco pratos distintos: salada, entrada, dois pratos principais e sobremesa. A salada um mix de folhas ‘aquapônicas’, como dizem os steakers, com croutons de pururuca de porco, seguido de pão de queijo com linguiça suína e molho chimichurri. “O restante a gente só conta para quem for provar lá na Uai”, brinca.


 

Nonno: amor à Itália e homenagem ao avô

Com pratos autorais baseados na cozinha mediterrânea, o Nonno Cozinha Ítalo Brasileira surpreende todo mundo que chega ao restaurante. A entrada toda de tijolinhos à vista, a área externa com varal de luzes e o ambiente interno requintado são um convite para passar horas agradáveis, bebendo bom vinho e saboreando uma comida com toque muito singular. 

Independentemente da escolha, seja uma bruschetta com prosciutto e figos no balsâmico de entrada, ou um filé de pescada cambucu com purê de banana da terra e molho de moqueca como prato principal, a experiência leva o cliente a se sentir tanto numa vila italiana quanto numa expedição pelo Norte e Nordeste. “Cada combinação foi escolhida justamente com essa proposta: despertar sensações e memórias afetivas”, conta o chef Leonardo Fariq Facio.

 

Com um cardápio centrado em pratos que levam ingredientes brasileiros e tipicamente italianos, o Nonno restaurante, recém-inaugurado no Jardim Pinheiros, zona sul de Rio Preto, traz um pouquinho de cada cozinha pelas quais Leonardo passou - Wallqa, um restaurante escola do Le Cordon Bleu, em Lima, no Peru; Mahalo Cozinha Criativa, em Campo Grande, e toda a experiência das aulas de gastronomia do Senac Águas de São Pedro.

“São 14 anos na cozinha, trabalhando para outros chefs, já estava na hora de estar à frente do meu próprio negócio. A princípio, quando vim para Rio Preto, a ideia era um food truck, mas fui convidado para comandar um café anexo a uma loja de paisagismo. Não deu certo, mas o projeto não parou. Por conta das cozinhas por onde passei, idealizei com meu pai o Nonno, numa homenagem ao meu avô, Nestor. Construímos o restaurante do zero, não tinha nada aqui do terreno. Participamos de cada etapa, meu pai é meu sócio, minha mãe trabalha aqui, virou negócio de família. Abrimos há dois meses e está sendo uma experiência incrível.” 

 

 

Dodge: um american bar no coração da Andaló

“Rio Preto tem uma referência sertaneja muito forte. Tem o Riopreto Country Bulls, um dos maiores eventos do Brasil. É celeiro de artistas sertanejos, não à toa Zé Neto & Cristiano são daqui... Pensando nisso, e na minha vontade pessoal de investir em um negócio na área do entretenimento, nasceu a ideia de trazer uma casa noturna inspirada no country americano, tão presente nos rodeios e no mundo sertanejo”, conta o empresário Gustavo Weber, do Dodge American Bar, um dos novos points badalados da cidade.

Instalado no coração da Andaló, onde por décadas funcionou o Zero Grau, o Dodge tem mais de 600 m² e capacidade para acomodar até 180 pessoas sentadas. Um investimento de cerca de R$ 1,5 milhão e 30 empregos diretos gerados.

Segundo Gustavo, a ideia era criar um modelo inspirado na cultura americana, com sabores e memórias afetivas. “Quando vi que o prédio onde havia funcionado o Zero Grau estava disponível para locação, pensei: não tem lugar melhor. Foram pouco mais de seis meses de projeto e pesquisa de mercado. Mudamos toda a parte interna. A decoração é toda inspirada na temática country, mas o American Bar com certeza é um dos diferenciais. A pessoa pode vir sozinha ou acompanhada, pode chegar, ver a preparação dos drinks, curtir um show de música ou de comédia stand up, ou assistir a um jogo nos mais de 20 telões espalhados pela casa”, detalha o empresário. 

Outro forte atrativo do Dodge é o cardápio, assinado pelo renomado chef Tiago Vilela, que traz no currículo passagens pelo Terraço Itália e Unique e trabalhos com chefs como Alex Atala, Emmanuel Bassoleil e Henrique Fogaça. 

Entre as opções do menu elaborado pelo consultor gastronômico, itens que vão de pratos a entradas, perfeitos para happy hour ou jantar, com cardápios fixos e outros sazonais. “O Filé Tentação, que traz filé mignon com legumes salteados, é o aperitivo perfeito para acompanhar um chope ou uma caipisakê. Outra opção de quem prova sempre volta para repetir é o Frango Crocante com barbecue”, avisa.

 




Últimas Notícias sobre Consumo

Site Desenvolvido por
Agência UWEBS Criação de Sites

Categorias

As + Lidas

  1. Super Muffato Damha será um investimento de mais de R$ 45 milhões
  2. Postos de combustíveis estão abastecendo apenas com declaração de atividade essencial ou de servidor público
  3. Comércio e serviços poderão abrir seis horas por dia de quarta a sábado apenas
  4. Laboratório HLab vai realizar testes particulares para a Covid-19
  5. Rio Preto terá Festa das Nações de 16 a 18 de junho
Ir ao Topo