Rio Preto





Ministério da educação anuncia campus de Universidade Federal para Rio Preto


Presidente Luiz Inácio Lula da Silva anuncia a inclusão de mais de R$ 3,77 bilhões em investimentos para as universidades federais, dentro do Novo PAC, com implantação de 10 novos campi nas cinco regiões do país

O Ministério da Educação anunciou na manhã desta segunda-feira, 10 de junho, um campus de Universidade Federal para São José do Rio Preto. De acordo com o Governo Federal, o município é uma das dez cidades contempladas com os novos campi nas cinco regiões do país.  Serão mais de R$ 3,77 bilhões em investimentos para as universidades federais, dentro do Novo PAC. O valor se soma ao investimento de R$ 1,75 bilhão destinado aos hospitais universitários e totalizam R$ 5,5 bilhões para todas as instituições públicas federais de ensino superior.

“Em 2014 apresentei um projeto, enquanto deputado federal, - Projeto de Lei nº 7118/2014, para a criação de uma Universidade Federal para o Noroeste Paulista. Temos muitas entidades privadas de ensino em Rio Preto, mas é preciso pensar nos jovens que não possuem condições financeiras de ingressar nessas universidades”, afirma o Prefeito Edinho Araújo.

Os valores destinados asseguram a expansão e a consolidação das universidades federais e dos hospitais universitários. Os investimentos são para a instalação dos novos campi e para a retomada de obras e consolidação dos projetos de estruturação da rede federal. Com o Novo PAC voltado às universidades, o Governo Federal oferta mais assistência estudantil com a construção de novos refeitórios, moradias, centros de referência e de convivência e garante R$ 60 milhões para implantação de cada novo campus. Deste valor, R$ 50 milhões destinados às obras e R$ 10 milhões para aquisição de equipamentos.

Para ampliar as estruturas, os investimentos previstos são para as construções de blocos de salas de aula, laboratórios, bibliotecas, auditórios e complexos esportivos e culturais. No total, são R$ 3,17 bilhões para 338 obras para todas as 69 universidades federais – 223 são novas obras, além da retomada de 95 e a conclusão de 20 que já estão em andamento. Mais de um milhão de estudantes universitários serão beneficiados.

Edinho Araújo relembrou a luta para trazer para Rio Preto uma Universidade Federal.” Foram dez anos de luta para que hoje a cidade fosse contemplada com esse anúncio. A criação da Universidade Federal fortalece, não apenas a nossa região, já que estamos em uma posição geográfica estratégica, mas outros estados como Minas Gerais, Goiás e o leste do Mato Grosso”, destacou.

A secretária de Educação Fabiana Zanquetta acrescenta que esta notícia está em consonância com a Plano Municipal de Educação. “De acordo com nosso plano, o município deve apoiar e fomentar a oferta de vagas e a criação de novos cursos, especialmente em universidades públicas”, diz.

Novos Campi

Com os anúncios, o Governo Federal busca ampliar a oferta de vagas da educação superior em regiões historicamente desassistidas. A instalação de novos campi de ensino superior assegura a presença de universidades federais em São Gabriel da Cachoeira (AM), Rurópolis (PA), Cidade Ocidental (GO), Caxias do Sul (RS), Ipatinga (MG), Jequié (BA), Baturité (CE), São José do Rio Preto (SP), Sertânia (PE) e Estância (SE). 

Os campi oferecerão seis cursos, cada, para 2.800 estudantes. Para isso, serão contratados 388 servidores por unidade. As localidades foram definidas tendo como finalidade a ampliação da oferta de vagas em regiões com baixa cobertura de matrículas públicas na educação superior. A ampliação vai resultar em 28 mil novas vagas para estudantes de graduação.

Novo PAC - Expansão e Consolidação

A prioridade dessa etapa do Novo PAC é ampliar a assistência e a qualidade da educação superior. Em 2023, foram destinados recursos para 41 obras em um total de R$ 112 milhões. O Novo PAC também garante investimentos para retomada das obras da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA), com o apoio da Itaipu Binacional, no montante de R$ 750 milhões.

Nesta etapa, as universidades de todas as regiões do país estão contempladas: Centro-Oeste – R$ 205 milhões (35 obras); Norte – R$ 271 milhões (51 obras); R$ Sudeste - R$ 815 milhões (76 obras); Nordeste – R$ 808 milhões (117 obras); Sul – R$ 322 milhões (58 obras).

Para a expansão, as universidades federais ganharão dez novos campi, com investimento total de R$ 600 milhões, que totalizam 28 mil novas vagas para estudantes de graduação, em todas as regiões brasileiras. Cada novo campus vai ofertar seis novos cursos, com 2.800 novas vagas na graduação, estrutura de laboratórios, salas de aula, biblioteca, administração, restaurante e urbanização.

Foto: Luís Fortes/MEC




Últimas Notícias sobre Rio Preto

Site Desenvolvido por
Agência UWEBS Criação de Sites

Categorias

As + Lidas

  1. Super Muffato Damha será um investimento de mais de R$ 45 milhões
  2. Assaí Atacadista anuncia chegada a São José do Rio Preto
  3. O sucesso da Madalê, gelateria que, desde a inauguração, registra filas de dobrar o quarteirão
  4. Laboratório HLab vai realizar testes particulares para a Covid-19
  5. Postos de combustíveis estão abastecendo apenas com declaração de atividade essencial ou de servidor público
Ir ao Topo