Mercado




Ambientes inteligentes


Para trazer ainda mais comodidade para dentro de casa, no condomínio Quinta do Golfe, onde mora, o corretor de seguros Danilo Navarro Brogna investiu na automação desde a concepção do projeto. Tudo está conectado ao seu celular, do sistema de iluminação e ar condicionado aos dispositivos de som e imagem. “Facilita muito. Já tive experiências com projetos de automação em um apartamento e, agora, de forma mais completa, em casa”, diz.

A ambientação inteligente vem crescendo no Brasil e gerado cada vez mais interesse em mercados como o de Rio Preto. 

Levantamento feito pela Associação Brasileira de Automação Residencial e Predial (Aureside) mostra que o Brasil ocupa hoje o 11° lugar no mundo em número de residências que dispõem de sistemas de automação. São até 3,2 milhões de domicílios que contam atualmente com algum tipo de sistema automatizado.

Os sistemas de automação em casas e escritórios podem abranger diversas áreas e operações, desde acendimento de iluminação até sistema central de aspiração. Ter essa tecnologia como aliada traz praticidade e comodidade no dia a dia. 

Quem não deseja chegar em casa após um dia intenso de trabalho e já ter a música que gosta tocando na sala? Ou abrir o forno e encontrar a comida quentinha e pronta para o consumo? Acordar e já ter o cafezinho pronto? Entre outras facilidades que a automação oferece.

O arquiteto Daniel Ribeiro, reconhecido por desenvolver projetos pautados pela premissa da sustentabilidade, afirma que a procura por ambientes inteligentes tem sido cada vez maior. 

“Rio Preto, assim como outros centros urbanos do País, vem acompanhando o crescimento e a aceleração do estilo de vida dos moradores. Morar num espaço que facilita práticas rotineiras, com sistemas controlados por aplicativos de dispositivos móveis e até por comando de voz, torna o viver mais agradável, uma vez que diminui o tempo gasto com atividades mecânicas, liberando espaço para a qualidade de vida”, explica Ribeiro, que também aderiu à automação em seu escritório de arquitetura.

O empresário rio-pretense Renan Bortolozo é dono de empresa especializada em desenvolver soluções em automação residencial e comercial. 

Ele conta que o número de atendimentos dobrou durante a pandemia. “O que as pessoas mais procuram para integração com a automação é o comando de voz através de uma assistente virtual, uma tecnologia desenvolvida a partir da inteligência artificial. Com um simples pedido, você consegue ajustar o ambiente do jeito que quiser. Se fará uma festa, basta dar o comando de voz que ela irá ajustar as luzes, o volume do som e até colocar sua música preferida pra tocar. Mas é possível também, com o comando, ligar a iluminação do ambiente gourmet, o ar condicionado na temperatura que deseja, a televisão, entre tantas outras coisas”, lista Renan. 

Dados da Aureside mostram ainda que a taxa média de crescimento deste setor no País está em torno de 22% ao ano, devendo atingir US$ 3,1 bilhões até 2025. No ano passado, movimentou US$ 1,1 bilhão.

“Com a melhora da pandemia, vamos entrar numa nova realidade, de consolidação do modelo de trabalho híbrido, e o mercado de automação vem respondendo bem a isso. Uma prova está no mercado imobiliário. Incorporadoras já estão trazendo esse benefício como diferencial em seus lançamentos”, completa Ribeiro.

Para ter a casa na palma da mão, o investimento inicial começa em torno de R$ 1,5 mil, explica Renan. “O investimento está relacionado a quanto o morador está disposto a pagar. Existem tecnologias que utilizam a infraestrutura padrão da casa e são interligadas à rede Wi-Fi, outras já precisam de um cabeamento específico para o pleno funcionamento.” 

Fotos: Elton Rodrigues


“Morar num espaço que facilita práticas rotineiras, com sistemas controlados por apps e comandos de voz, torna o viver mais agradável, pois diminui o tempo gasto com atividades mecânicas, liberando espaço para a qualidade de vida”

Daniel Ribeiro, arquiteto




Últimas Notícias sobre Mercado

Site Desenvolvido por
Agência UWEBS Criação de Sites

Categorias

As + Lidas

  1. Super Muffato Damha será um investimento de mais de R$ 45 milhões
  2. Postos de combustíveis estão abastecendo apenas com declaração de atividade essencial ou de servidor público
  3. Comércio e serviços poderão abrir seis horas por dia de quarta a sábado apenas
  4. Prefeitura divulga regras para reabertura de restaurantes, salões de beleza e academias
  5. Laboratório HLab vai realizar testes particulares para a Covid-19
Ir ao Topo