Diversão




Mais de 300 foliões pacientes do Instituto de Reabilitação Lucy Montoro abrem o carnaval inclusivo deste ano


A animação tomou conta do recinto de exposições “Alberto Bertelli Lucatto” em Rio Preto na manhã de hoje (9) com o carnaval inclusivo do Instituto de Reabilitação Lucy Montoro. Mais de 300 foliões, além de integrantes da equipe multidisciplinar e colaboradores fizeram a festa com o Bloco do Nada Igual, em estrutura de camarote montada para o OBA Festival, que este ano firmou parceria com o instituto.

“Nós éramos um bloco pequeno que andava pelas ruas de Rio Preto e agora estamos no mundo OBA. Todos os nossos pacientes estão muito felizes. Tem gente que nunca entrou aqui no recinto de exposições em um evento dessa grandeza e eles estão vendo que são iguais a todo mundo. As incapacidades não os impedem de brincar o carnaval, essa festa tão popular, então precisamos chamar a atenção para isso. Aqui tem gente que não enxerga, gente que não escuta, tem pessoas amputadas, pessoas com deficiência mental e estão todos aqui, isso levanta a autoestima deles”, ressaltou Dra. Regina Chueire, diretora do Lucy Montoro.

Um dos organizadores do evento, Caskinha, ressaltou a importância das ações sociais e apoio aos projetos inclusivos e parceria com instituições como o Hospital de Base e Lucy Montoro.

“Desde o começo da nossa formação do OBA sempre tivemos ações e atitudes inclusivas, apoiando projetos sociais e ajudando o próximo, quando viemos para São José do Rio Preto não foi diferente. Em 2023 fizemos doação para o Hospital de Base (HB) e em 2024 conseguimos uma importante doação em tintas da nossa parceira Coral, além de mão-de-obra para revitalização de diversas áreas do HB. E agora essa parceria linda com o Instituto de Reabilitação Lucy Montoro que é um presente para nossa organização, algo magnífico celebrar a vida dessas pessoas especiais que estão aqui hoje”, afirmou

Sobre o Lucy Montoro
O instituto de reabilitação Lucy Montoro conta com 65 profissionais em equipe multidisciplinar com: médico fisiatra, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, psicólogos, enfermeiros, assistentes sociais, nutricionistas, além de técnicos ortésicos que fazem ou adaptam os equipamentos utilizados pelos pacientes.

Nesses 12 anos de atuação, o Lucy realizou 450 mil atendimentos nos mais de 13 mil pacientes que foram triados pela instituição. Além de dispensar mais de 19 mil equipamentos entre órteses, próteses, cadeiras de rodas, cadeiras de banho, andadores, muletas, etc. E somente durante a pandemia da Covid-19, o centro de reabilitação realizou 12.189 teleatendimentos.

Foto: Instituto de Reabilitação Lucy Montoro/Divulgação




Últimas Notícias sobre Diversão

Site Desenvolvido por
Agência UWEBS Criação de Sites

Categorias

As + Lidas

  1. Super Muffato Damha será um investimento de mais de R$ 45 milhões
  2. Assaí Atacadista anuncia chegada a São José do Rio Preto
  3. Laboratório HLab vai realizar testes particulares para a Covid-19
  4. O sucesso da Madalê, gelateria que, desde a inauguração, registra filas de dobrar o quarteirão
  5. Postos de combustíveis estão abastecendo apenas com declaração de atividade essencial ou de servidor público
Ir ao Topo