Mercado




Décor tipo exportação


Queridinha de alguns dos arquitetos mais descolados no Brasil e nos Estados Unidos, e de revistas de decoração como a Casa Vogue, a Homedock é hoje um dos principais players na comercialização de móveis premium e itens de décor do País. O que pouca gente sabe é que a empresa começou em Rio Preto a partir do sonho de dois irmãos, Fernando Pereira da Costa e Daniela Pereira da Costa Hegueduch.

No início era uma ideia, um site e três funcionários – Daniela e Fernando e mais uma pessoa que ajudava nas vendas. “Lembro que eu atendia o cliente ao telefone, chat, transportadora, fazia de tudo um pouco”, conta a empresária. Hoje, a Homedock tem mais de 30 funcionários diretos e emprega outras 50 pessoas indiretamente - que também prestam serviços para o Grupo Província, e comercializa seus produtos para todo o País e para os Estados Unidos.

“A empresa ‘nasceu’ do desejo que a gente tinha de investir no varejo, porém, com produtos garimpados com fornecedores sob consultoria apurada e única. Nosso propósito é criar uma conexão das pessoas com suas casas, resgatando a personalidade, mas questionando modelos tradicionais de design de interiores”, explica Daniela. Até então, a experiência da dupla se resumia aos negócios da família, que na época tinha relacionamento comercial apenas com lojistas, não com o consumidor final. “Queríamos vivenciar essa experiência, estudamos bem o segmento e investimos.”



A Homedock começou com foco em mobiliário - vendia apenas Móveis Província e itens de algumas outras empresas da região. “Ao longo dos anos, fomos inserindo acessórios para a casa e investindo no segmento têxtil. O mais recente é o segmento de dormitórios e cabeceiras. Também temos agora a linha Lyfestile, com coletes de tricô, voltado à promoção do bem-estar em casa, para a pessoa se sentir bem trabalhando, seja em home office ou no escritório”, detalha Daniela.

Porém, com a consolidação no mercado, a empresa mudou os horizontes e começou a comercializar uma linha exclusiva, que tem curadoria própria, com design, padrões e tecidos únicos. Trata-se da Homedock Collection, somente à venda no portal, que traz uma linha com móveis diferenciados, projetados para os diversos ambientes, com design minimalista. São painéis, racks, cadeiras, mesas, gaveteiros e buffets, entre outros, produzidos a partir das principais tendências, apostando em estilos que vão desde o industrial ao contemporâneo.

Uma das peças que viraram coqueluche entre designers é a poltrona Sampa. Desenvolvida em collab com a Menu Casa, ela é feita de lona, que, além de confortável, é sustentável, produzida com retalhos de espuma que seriam destinadas ao descarte. A tecnologia envolvida faz com que a estrutura se molde ao corpo, tornando-a confortável para qualquer tipo de pessoa. 



Móveis tipo exportação

A Homedock integra o Grupo Província, do qual também fazem parte a Móveis Província, fábrica de móveis há 45 anos no mercado e com sede em Guapiaçu, e a GPL Express, responsável pela logística de entrega dos móveis do grupo pelo País.

A experiência no varejo acabou por se refletir na indústria, no desenvolvimento de novos produtos, retroalimentando a fabricação e dando ideias para novos projetos como a loja de fábrica da Móveis Província, ativa desde 2018, tendo como foco atender consumidores finais com ambientes desenhados de forma diferenciada.

De olho no mercado externo, ao longo dos anos, os irmãos Daniela e Fernando Pereira da Costa investiram em modelos com especificações técnicas e boa aceitação em outros países, além de matérias-primas diferenciadas e únicas, incrementando o catálogo de produtos. 

Toda a produção fica a cargo da Móveis Província. Mas ela somente é comercializada pela Homedock. “Firmamos parceria com uma exportadora, que distribui os produtos para as principais lojas de móveis nos Estados Unidos. No Brasil, essa linha só é encontrada em nosso site, não pode ser adquirida em outras lojas ou pontos físicos”, adianta Daniela.

Em oito anos, a empresária viu a Homedock evoluir gradualmente, mas a empresa teve um boom de crescimento em 2020, com seu time saltando de seis para 30 funcionários, fora colaboradores indiretos. “O aquecimento do e-commerce foi um divisor de águas. A pandemia trouxe um novo consumidor, dando segurança às pessoas para comprarem online. Nosso crescimento foi de 220% em 2020. Em 2021, até o momento, é de 150%”, revela. 

Para se ter ideia, em 2014, a média anual de vendas da Homedock era de 879 pedidos. No ano passado, a empresa fechou 21.215 pedidos na plataforma online. E, em 2021, só no primeiro semestre, foram 16.228.

Em 2022, o Grupo Província também colocará em operação um novo centro de distribuição, em Cajamar-SP.

“Nosso propósito é criar uma conexão das pessoas com suas casas.”
Daniela Pereira da Costa Hegueduch, empresária

Fotos: Elton Rodrigues




Últimas Notícias sobre Mercado

Site Desenvolvido por
Agência UWEBS Criação de Sites

Categorias

As + Lidas

  1. Super Muffato Damha será um investimento de mais de R$ 45 milhões
  2. Postos de combustíveis estão abastecendo apenas com declaração de atividade essencial ou de servidor público
  3. Comércio e serviços poderão abrir seis horas por dia de quarta a sábado apenas
  4. Prefeitura divulga regras para reabertura de restaurantes, salões de beleza e academias
  5. Região do bairro São Francisco lidera o ranking de Rio Preto
Ir ao Topo