Rio Preto




Da origem humilde na roça, o empresário Ed Carlos se tornou uma das maiores referências no ramo de eventos e festas do País


Ao perguntar ao Ed Carlos “Quem é o Ed?”, a resposta traduz a essência da postura que o empresário adotou em toda sua trajetória profissional e de vida: “O Ed é um cara simples, da roça, trabalhador, que não estudou, que venceu pela vontade, e sempre acreditando que, ao fazer o certo, tudo dá certo!”

Um dos mais conceituados profissionais do setor de festas e eventos do País, Ed administra um buffet, uma empresa de locação de itens para festas e outra para a realização de eventos, dois resorts no Estado de São Paulo, em gestão compartilhada com a Fecomerciários - um em Avaré e outro na Praia Grande - e no ano que vem deve ingressar também no ramo de congressos e formaturas.

Ao falar de negócios, chama a atenção o orgulho do empreendedor de sua origem simples e a inabalável humildade que lhe é característica, mesmo diante de todo o sucesso. “Não tenho estudo, mas aprendi que o cliente precisa sempre estar satisfeito. É preciso estar preparado para os altos e baixos do mercado, ir sempre em frente, não parar nunca. Esse sempre foi o diferencial em tudo que me propus a fazer na vida”, diz.

Aos 50 anos de idade, 20 deles dedicados à realização de eventos, revela que já passou fome, mas nunca perdeu a motivação de entregar o melhor, sempre atento às oportunidades para inovar e se reinventar no mundo dos negócios. A novidade recente é a notícia de que será o responsável pela administração e gestão do Camarote Império no Riopreto Country Bulls, um dos mais cobiçados da festa comandada pelo empresário Paulo Emilio Marques.

Enxada, bola e espeto
Nascido em Adolfo (SP), na Fazenda Campo Verde, Ed Carlos foi o penúltimo de nove irmãos. Aos oito anos já ia pra roça com o pai, Antônio Carlos, de quem conta ter herdado a garra e a determinação. “Se era pra carpir, lidar com enxada, eu já sabia desde cedo que era pra fazer bem feito, e fazia, não tinha tempo ruim comigo, não”, relembra.

Trabalhou em várias fazendas, e até numa empresa de asfalto, colheu laranja, carpiu mato, e uma curiosidade: quase se tornou jogador de futebol profissional. “Joguei em alguns times da 3ª divisão, mas era uma vida de promessas, os times não pagavam. Não dava para me manter daquela forma, precisava de dinheiro para sobreviver. Foi a única vez que desisti de algo na vida.”

Ainda jovem, fez curso de vigilante patrimonial e foi trabalhar como segurança. Mas a firma faliu poucos meses depois e Ed decidiu vir para Rio Preto. Na época, dividia um quarto com outras quatro pessoas. “Tinha dia que a janta era um copo de água, não foi fácil.”

Logo arrumou um bico como porteiro da Unimed, e em algumas semanas de trabalho viu uma brecha para ganhar um dinheiro extra. Conheceu um homem que fazia churrascos e foi lavar pratos nos eventos promovidos por ele. De lavador, virou garçom. De garçom, logo já estava na churrasqueira, garantindo o ponto certo da carne.

"Os médicos tinham um grupo de consórcio, em que viviam se reunindo e fazendo churrascos. Um dia me perguntaram se eu sabia assar carne e era justamente o que eu fazia quando não estava na Unimed, daí comecei a trabalhar nas reuniões e nos eventos deles”, conta.

Empreendedor, investia todo dinheiro extra que entrava em talheres, tábuas, toalhas, tudo que deixasse melhor o Enxada, bola e Espeto serviço. “Comprava 10 facas, 10 garfos, sempre de pouquinho e de acordo com o que eu tinha, nada de dar passo maior que a perna. Fazia uma festinha aqui, outra ali, ganhava R$ 30 por evento, mas ganhava também experiência”, afirma.

"Hoje não vale mais só querer
vender e ganhar dinheiro.
É ter credibilidade.
Assumir compromisso e
tocar do começo ao fim,
surpreender, garantir a
satisfação de quem servimos"

Ed Carlos


Foram nove anos se dividindo entre o trabalho como porteiro na operadora de saúde e as churrascadas em eventos privados. “Nessa época eu já era conhecido e o boca a boca começou a trazer novos clientes.”

Como churrasqueiro, viu que poderia dar um novo passo e criou a Ed Churrascos, sua primeira empresa. “Comprei um celular no crédito, fiz mil cartões de visita, preto e branco mesmo, e fui distribuindo. Não demorou muito, comecei a fazer churrasco até em outras cidades. Em pouco tempo a Ed Churrascos se tornaria o Ed Buffet, atuando em vários tipos de eventos, de festas corporativas a casamentos.”

Com os leilões, a 'explosão'
Um dia, em um evento, Ed Carlos foi convidado a assumir o churrasco em um leilão de gado. “Nunca tinha feito esse tipo de trabalho, mas foi aí que explodi. Não tinha toalha, prato, talher pra todo mundo, e no começo eu alugava tudo. Comecei a fazer churrascos em leilões no Brasil todo. Fiz Expozebu, maior feira de gado da América Latina, eventos para a Ivete Sangalo, Zezé Di Camargo, vários famosos”, conta.

Atender a demanda de comida em leilões foi um desafio que venceu com destreza. “Como o leilão tem tempo cronometrado, pois é veiculado ao vivo em TV, o buffet precisa estar em sintonia com o evento. Criamos uma forma de servir à francesa que agradou os clientes. Não é qualquer prestador que faz. Esse método que desenvolvemos é hoje minha grande vitrine."

À essa altura, Ed já queria alçar voos novos e maiores. Sabia que dava pra expandir, então montou uma empresa de locações, a Ed Locações, em que loca desde talheres a mobiliário para festas e eventos, também com clientes em todo o País. “A empresa começou modesta, hoje temos até nossa própria frota para transporte dos itens, para onde for necessário.”

A sacada de unir show e comida boa
Ed Carlos sempre foi perspicaz para explorar novas oportunidades relacionadas à sua área de atuação para expandir. Foi assim que, de churrasqueiro famoso a dono de negócio de locação de itens de festas, migrou para a área de shows, que lhe dá grande visibilidade.

“Sempre que eu fazia um churrasco tinha música acompanhando, às vezes ao vivo, em geral com artistas locais. Pensei: ‘Por que não aliar isso a grandes shows?’ Era o começo da Ed Eventos, que alia shows de artistas famosos, como Diogo Nogueira, Fábio Jr., Zeca Pagodinho, Leonardo, ao que melhor eu e minha equipe sabemos fazer, que é servir. Cada evento sempre foi único e diferente do outro, temos a costelada, a feijoada... Os shows ajudam muito a nos tornar mais conhecidos e fortalecer nossa marca’, garante o empresário.

A última “Feijoada do Ed”, realizada neste mês de maio, no clube Monte Líbano, teve como principal atração show do sambista Jorge Aragão.

Resort
Somado a todas essas atividades, Ed ainda encontra tempo para empreender em gestão na área de turismo. Há dez anos, conheceu Luiz Carlos Motta, presidente do Fecomerciários (federação que representa trabalhadores do comércio) e atualmente também deputado federal.

“Comecei com ele a fazer eventos cada vez maiores, cheguei a atender 16 mil pessoas de uma vez.” O comprometimento e a excelência no trabalho fizeram com que a parceria expandisse dos eventos para a gestão compartilhada de um resort com parque aquático em Avaré (SP) e uma colônia de férias com mais de 700 leitos na Praia Grande, baixada santista.

“Hoje fico em Avaré a semana toda, e aos finais de semana vou para onde teremos eventos, não paro. Me sacrifico sim pelo trabalho, enquanto a maioria está descansando aos finais de semana estou trabalhando. E faço de tudo. Todos os ‘insights’ em administração vêm da minha cabeça.”

Para 2023, o ex-roceiro sem limites para sonhar e realizar adianta que terá mais um projeto novo na área. “Estamos finalizando a parte legal, mas estou montando uma nova empresa voltada para a realização de grandes congressos e formaturas para atender o Brasil todo. Esse mercado é agressivo e competitivo. Não dá pra relaxar.”

Empresário revela novidades no camarote da Império
Ed Carlos será responsável pelo comando do camarote da cervejaria Império no Country Bulls, um dos maiores rodeios do País, que acontece em Rio Preto entre os dias 13 e 17 de julho. Para o espaço, o empresário promete muito luxo, sofisticação e novidades. O camarote da Império é um dos mais disputados da festa e agrega visão privilegiada dos shows e das montarias, presença de VIPS e famosos, além de apresentações exclusivas.

“No buffet teremos uma steakhouse, servindo carnes e cortes diferenciados, uma mesa de caldos todas as noites, além de uma farta mesa de frios, com opções bem diferentes das tradicionais. Também teremos novidades em relação aos drinks”, adianta.

Os ingressos para o camarote Império começarão a ser comercializados mais próximos da data do evento. Sobre a nova empreitada, Ed conta que está ansioso em garantir a satisfação dos clientes.

“Hoje o que vale mais não é vender e ganhar dinheiro, é ter credibilidade. É assumir um compromisso e tocar do começo ao fim, garantindo a satisfação do cliente. Surpreender”, ensina. “Todos que tiveram algum sucesso na vida passaram por momentos de dificuldade, têm seus altos e baixos, o mercado oscila. Mas nem todo mundo está preparado para esses percalços. É preciso acreditar em si mesmo e ter fé em Deus.”

Foto: Elton Rodrigues

Confira como foi a entrevista com o empresário Ed Carlos!




Últimas Notícias sobre Rio Preto

Site Desenvolvido por
Agência UWEBS Criação de Sites

Categorias

As + Lidas

  1. Super Muffato Damha será um investimento de mais de R$ 45 milhões
  2. Postos de combustíveis estão abastecendo apenas com declaração de atividade essencial ou de servidor público
  3. Comércio e serviços poderão abrir seis horas por dia de quarta a sábado apenas
  4. Rio Preto terá Festa das Nações de 16 a 18 de junho
  5. Laboratório HLab vai realizar testes particulares para a Covid-19
Ir ao Topo