Saúde




Com 23 leitos, HB inaugura Unidade de Cardiointensivismo do SUS


Foi inaugurada nesta quinta-feira, 7, no Hospital de Base de Rio Preto, a Unidade de Cardiointensivismo (UCI) Dr. Domingo Marcolino Braile, com 23 leitos para pacientes que precisam de atendimento cardíaco, totalmente voltada ao Sistema Único de Saúde (SUS).

A unidade já existia, mas mudou de lugar e foi revitalizada e manteve o nome original, em homenagem ao Dr. Domingo Marcolino Braile, pioneiro na cardiologia rio-pretense e referência nacional na especialidade. “Essa é uma unidade que está sendo modernizada. A gente vai ter um espaço mais amplo, mais humanizado, mais individualizado, uma qualidade melhor para o paciente e o funcionário”, afirma Mauricio de Nassau Machado, cardiologista responsável pela UCI.

“O intuito da unidade é fazer uma monitorização mais detalhada com pacientes clínicos e cirúrgicos de cardiologia, pacientes com infarto, que fizeram angioplastia, com arritmias, que precisam de marcapasso, e os pós-operatórios da cirurgia cardíaca também”, detalha o Dr. Mauricio Machado.

O diretor-executivo da Fundação Faculdade Regional de Medicina (Funfarme), Dra. Jorge Fares, destaca a importância da nova ala. “Vamos atender melhor os cerca de 2 milhões de habitantes do Departamento Regional de Saúde (DRS) e também de outras regiões que também nos procuram”, diz.

Dra. Amália Tieco, diretora-administrativa do Hospital de Base, pontua que os pacientes ficarão muito mais confortáveis. “Os quartos individualizados dão mais privacidade às pessoas e toda a estrutura permite que nossos funcionários possam monitorar todos de forma mais eficiente”, afirma.

Avanços tecnológicos
Dr. Mauricio Machado destaca que em cardiologia algumas medidas “simples” podem evitar complicações graves e, consequentemente, salvar vidas. A estrutura da UCI do 7º andar do Hospital de Base conta com equipamentos tão avançados que muitas vezes não estão presentes nem em hospitais particulares, segundo o especialista.

“Além dessa monitorização contínua que a gente vai conseguir fazer dos pacientes agora, a gente tem equipamentos de ventilação mecânica que são de ponta, monitores específicos que são capazes de acompanhar o funcionamento do coração, cateteres, a gente consegue acompanhar o funcionamento da parte cardiovascular de forma não invasiva e também mais invasiva, se for preciso, e isso traz um ganho no atendimento que os pacientes recebem”, explica Dr. Mauricio Machado.

Homenagem
O nome da UCI é em homenagem ao cardiologista Professor Dr. Domingo Marcolino Braile, fundador da Braile Biomédica, que desenvolve e exporta tecnologia de ponta para todo o mundo.

“O viver do meu pai sempre foi o desenvolvimento da medicina e servir pessoas. A gente ver se concretizando mais um dos seus sonhos é muito emocionante e satisfatório. A gente vive enquanto as pessoas lembrarem da gente e tendo um marco, uma placa, um ambiente tão maravilhoso, que vai acolher tantas pessoas com o nome dele a gente imagina que ele vai ser lembrado por muitos e muitos anos com tudo aquilo de bom que ele proporcionou para as pessoas”, afirma a Dra. Valéria Braile, cardiologista e filha de Dr. Domingo Marcolino Braile.


Homenagem ao cardiologista Professor Dr. Domingo Marcolino Braile

Fotos: Divulgação / Hospital de Base




Últimas Notícias sobre Saúde

Site Desenvolvido por
Agência UWEBS Criação de Sites

Categorias

As + Lidas

  1. Super Muffato Damha será um investimento de mais de R$ 45 milhões
  2. Postos de combustíveis estão abastecendo apenas com declaração de atividade essencial ou de servidor público
  3. Comércio e serviços poderão abrir seis horas por dia de quarta a sábado apenas
  4. Laboratório HLab vai realizar testes particulares para a Covid-19
  5. Rio Preto terá Festa das Nações de 16 a 18 de junho
Ir ao Topo