Consumo




Alta gastronomia delivery


O isolamento social imposto como forma de prevenir o contágio do coronavírus é um enorme obstáculo aos hábitos da sociedade, como a de ir ao seu restaurante preferido. Mas nem toda a experiência está perdida. Em Rio Preto, é possível importar parte dessas emoções sensoriais que só os bons restaurantes oferecem para dentro de casa, por meio de delivery.

Sim, a alta gastronomia também precisou se adequar à nova realidade. Mas há uma série de cuidados especiais para que pratos sofisticados e delicados cheguem à casa dos clientes tal como são servidos nos restaurantes.



“Desde a embalagem à escolha de produtos que aguentam mais tempo sem perder qualidade com o tempo de transporte, tudo foi pensado para garantir o mais próximo da experiência que oferecemos no restaurante, e, principalmente, com total segurança”, afirma Victor Henrique Homsi, sócio proprietário do L'Osteria e do Salsa Rooftop.

Os empresários também têm buscado seguir à risca protocolos de segurança, com receio de que o medo de contaminação pela manipulação de alimentos seja empecilho para as pessoas pedirem os pratos dos restaurantes que elas confiam, mas que sempre comeram fora, não em casa.



Os pratos de comida japonesa do Zakki Japanese Food, que já tinha um lugar garantido no dia a dia dos rio-pretenses apaixonados pela culinária nipônica, se tornaram ainda mais presentes e bem-sucedidos no serviço de delivery. Os emblemáticos temakis e os mini rodízios são os mais pedidos. 

“Já fazíamos entrega há quatro anos, porém, com o início da pandemia, tivemos que procurar alternativas de embalagens diferentes para que pudéssemos oferecer todo o cardápio no delivery. Além disso, temos uma equipe preparada para o preparo e acondicionamento dos pratos, de forma a garantir a qualidade da entrega em casa”, comenta o proprietário Douglas Zacchia.



Sem nunca terem cogitado antes a opção de levarem seus pratos até a residência dos clientes, o L’Osteria e o Salsa Rooftop iniciaram o serviço de delivery desde o começo da pandemia, em março do ano passado. Um cardápio especial precisou ser elaborado, pois alguns ingredientes perdem qualidade com o tempo de entrega. No delivery, o prato mais pedido no L’Osteria são o Rigatoni com Gamberi e Funghi. Já no Salsa o carro-chefe é a tradicional carne Ancho, com acompanhamentos que variam a cada 15 dias.

Desafios
Em geral, os clientes fazem seus pedidos por aplicativos ou diretamente pelo telefone dos estabelecimentos. No entanto, na alta gastronomia, onde o nível de exigência tanto do lado do chef quanto do lado dos clientes, e onde a experiência não se resume à comida em si, mas ao charme do ambiente, ao serviço de excelência e à execução perfeita do prato, essa adaptação para o mundo do delivery não é tão simples.

Victor Henrique avalia o novo formato como “muito difícil”. “Mesmo tendo delivery, nossos restaurantes nunca trabalharam dessa forma, o faturamento caiu muito, chegou a 90%. As constantes mudanças nas flexibilizações também são um desafio, pois trabalhamos com produtos perecíveis e vencimento muito curto. Sem programação, a chance de perda é muito grande”, lamenta.
A adaptação para o delivery também foi um desafio para o El Toro, que tem entre os destaques do cardápio a picanha e o beef ancho. 

Embora já tivesse preparado todo o material relacionado às embalagens para iniciar o serviço de entrega em casa, o proprietário Honório Bonadio Martins conta que estava com receio no começo, pela forma como a ideia poderia ser recebida pelos seus exigentes clientes. 

“Mas tivemos uma ótima aceitação, cerca de 98% dos clientes têm aprovado. Com muito trabalho, preocupação com as embalagens térmicas de qualidade, temos conseguido, na medida do possível, entregar na casa dos nossos clientes a experiência que eles têm no restaurante”, diz.

Para o empresário, a instabilidade do cenário atual traz como principal obstáculo as margens de lucro reduzidas. “Com o fechamento dos restaurantes, logo que implantamos o delivery, nosso faturamento chegou a 5% do que tínhamos antes da pandemia. Hoje, mesmo com a abertura não voltou integralmente, e o delivery corresponde a 20% do faturamento.”

Serviço
El Toro

Telefone (17) 3234-4838

L'Osteria 
Telefone (17) 3353-8333 / 99644-9199

Salsa Rooftop
Telefone (17) 3363-7563 / 99276-2237

Zakki Japanese Food
Telefone (17) 99677-0637 / 99726-0575 / 3308-2682

Fotos: Elton Rodrigues




Últimas Notícias sobre Consumo

Site Desenvolvido por
Agência UWEBS Criação de Sites

Categorias

As + Lidas

  1. Super Muffato Damha será um investimento de mais de R$ 45 milhões
  2. Postos de combustíveis estão abastecendo apenas com declaração de atividade essencial ou de servidor público
  3. Comércio e serviços poderão abrir seis horas por dia de quarta a sábado apenas
  4. Prefeitura divulga regras para reabertura de restaurantes, salões de beleza e academias
  5. Região do bairro São Francisco lidera o ranking de Rio Preto
Ir ao Topo