Mercado




A hora é de crescer


“Nosso objetivo é muito claro. É de crescimento”. Aos 30 anos, o empresário Olavo Tarraf Filho, vice-presidente da TARRAF, sabe onde quer chegar e fala com a segurança de quem vem sendo preparado desde a adolescência para assumir o comando de uma das principais incorporadoras do interior paulista.

A empresa vive o seu melhor momento em mais de quatro décadas de existência, fruto não só de mudanças de gestão e outros processos internos que a tornaram mais eficiente nos últimos anos, mas também de um muito bem estruturado plano de sucessão familiar, que a coloca hoje na direção de uma meta ambiciosa: tornar-se, em alguns anos, numa das dez maiores incorporadoras imobiliárias do País. “Não é algo para agora, é preciso cautela e saber agir no momento certo”. 

O empresário atribui à gestão familiar a chave do sucesso da empresa. “O mercado imobiliário ainda traz como um dos pilares o DNA de cada família, o que pode ser comprovado olhando o comando das maiores incorporadoras, até as de capital aberto, que ainda têm na gestão as mesmas famílias, geração após geração”, comenta Olavo Filho. “Precisa deste olhar de dono, estar presente, acompanhar de perto, ter os pés no chão. E essa tem sido a nossa assinatura”.

Até 2024, a meta da TARRAF é atingir R$ 1 bilhão em lançamentos imobiliários. Só no ano que vem, estão previstos 10 novos lançamentos (o dobro de 2021) e uma expectativa de vendas de R$ 350 milhões, 40% superior à deste ano.

Grande parte do êxito do projeto de expansão da TARRAF passa também pela conquista de “novos territórios”, para além até da região noroeste paulista, onde estão concentrados os seus empreendimentos. Atualmente, além de Rio Preto, a empresa desenvolve projetos em Araçatuba, Catanduva, Guapiaçu e Votuporanga. “A cada ano temos avançado mais pelo interior paulista. Estamos chegando em Ribeirão Preto, por exemplo, e não vamos parar por aí”, revela.


Laços de família

Formado em Administração com especialização em Finanças, e sucessor natural do pai, Olavo Tarraf, no comando da empresa, Olavo Tarraf Filho vem sendo preparado para a função desde os 12 anos de idade. “O legado da nossa família é grande, eu não tinha como escapar do que estava predestinado. Era inevitável que tivesse alguma função na empresa. Cresci ouvindo e vendo as histórias do meu bisavô, do meu avô e depois do meu pai. Sempre fez parte dos meus sonhos trabalhar no Grupo”, conta.

Ele relembra que o processo de sucessão sempre foi algo um tanto traumático dentro da família, especialmente nos primeiros anos, entre bisavô, avôs e tios. Mas que isso ficou no passado. “Nessa quarta geração, a qual pertenço, as coisas começam a se projetar de outra forma. Meu pai, por exemplo, se preparou muito para estar no comando da TARRAF. Com o trabalho desenvolvido por ele até aqui, conseguimos tornar a empresa sólida”, diz.

Mas foi preciso que houvesse um tempo de maturação até mesmo no relacionamento entre pai e filho até alcançar o equilíbrio. “Acho que na cabeça de todo pai, ele quer o filho como uma cópia. Mas sou muito diferente do meu pai. Em determinado momento, tivemos um clique de compreensão e maturidade, e a harmonia se instalou. Tomar decisões diferentes não implica numa gestão melhor ou pior, reflete escolhas que podem ser positivas para todos, mas decididas com um outro olhar sobre o negócio”.

Na verdade, o jovem empresário ressalta que essas diferenças de perfil entre ambos têm sido positivas para o momento que a TARRAF está atravessando. “Meu pai tem espírito criativo e inovador, eu trouxe objetividade para a empresa. Minha liderança tem sido pautada pelo bom relacionamento, pela gestão séria, com responsabilidade, mas priorizando um ambiente leve e gostoso de se trabalhar”.

Filho do meio de Olavo e Daniela Tarraf, o vice-presidente da TARRAF tem na família o esteio não só para a condução dos negócios, mas para a vida. “É a minha fortaleza, sem eles nada disso teria sido sentido”.

Lições que o empresário leva agora para a nova família que está construindo, ao lado da mulher, a arquiteta Camila Garneiro. Os dois se conheceram na faculdade, quando ele ainda estudava Administração e ela, Arquitetura. “Quero ter na nossa família o mesmo tipo de convivência e amor em que fui criado, isso é fundamental. Não só para nós, como casal, mas para os filhos que um dia virão”.


Do econômico ao alto padrão

Identificar o momento certo de agir é uma das características conhecidas do pai, Olavo Tarraf, que o filho incorporou, tomando decisões importantes que estão qualificando a empresa para jogar um outro nível de jogo dentro do mercado imobiliário regional.

Um exemplo foi a criação, em 2019, da marca TAFLEX, para absorver os empreendimentos do segmento econômico. O primeiro empreendimento da nova marca foi o residencial Borghese Boulevard, na região norte de Rio Preto. 

Outros projetos em desenvolvimento na região, como o Viva Parque, em Votuporanga, e o Bosque das Laranjeiras, em Catanduva, também levam assinatura TAFLEX. “São projetos que carregam o DNA e o padrão de qualidade da TARRAF, mas para outro tipo de público”, explica. 

Ao criar uma marca para absorver lançamentos na linha econômica, mas com uma qualidade superior, deixando para associar à TARRAF apenas empreendimentos de médio e alto padrão, a empresa conseguiu fortalecer e agregar valor para as duas marcas.

E nessa ponta, a do alto padrão, o grande marco para a TARRAF foi o Montelena, residencial de luxo ao lado do shopping Iguatemi, que está para ser entregue agora no começo de 2022. São duas torres com 33 apartamentos (uma delas com um apartamento por andar) inspiradas tanto em referências de design e sofisticação de edifícios residenciais da Flórida quanto por uma vinícola na região de Napa Valley, que se tornou conhecida ao abrir os olhos da Europa para a qualidade dos vinhos produzidos fora do Velho Mundo.

“Todo o projeto foi embasado num estudo que vai além do design. Queríamos trazer para Rio Preto algo sofisticado, diferente, completamente inovador. Desenvolver de fato o alto padrão na cidade com um empreendimento que surpreendesse o mercado. Foi um sucesso absoluto de vendas”, conta.

Ao lado do Montelena, a empresa está construindo o Quintessa, também de alto padrão, e que pode ser apelidado carinhosamente de “Monteleninha”, dadas algumas semelhanças em seu projeto arquitetônico.


O ponto de virada

Escolhido como Jovem Empreendedor do Ano pelo LIDE, Olavo Tarraf Filho conta que, até 2015, a TARRAF se pautava por empreendimentos de médio padrão, mas com o Duo JK, na avenida Juscelino Kubitscheck, área nobre da cidade, a empresa trouxe uma nova possibilidade de investimento no mercado imobiliário regional - estúdios voltados para empresários e investidores em passagem pela cidade aliados a uma infraestrutura até então inexistente - com uma praça e vários serviços e restaurantes associados ao empreendimento.

O Duo JK foi tão inovador à época que chegou a conquistar a mais importante premiação do setor imobiliário brasileiro, o Prêmio Master Imobiliário, em 2019. “A partir daí nascia uma nova TARRAF, mais ousada em relação às possibilidades e às oportunidades de expansão pela via do alto padrão”, lembra o empresário. Hoje o local também abriga a sede da TARRAF.

Inspirações alemãs
Entre os dez lançamentos previstos pela TARRAF para 2022, um dos que devem chamar muita atenção é um cujo terreno está localizado entre as avenidas Juscelino Kubitscheck e Francisco Chagas de Oliveira, em Rio Preto. 

Com temática moderna e projeto paisagístico assinado pelo renomado escritório de Burle Marx, o empreendimento será inspirado nas “platz”, as praças neoclássicas características da Alemanha, principalmente da Berlim da década de 1920, consideradas pontos de encontro da elite intelectual da época. “É justamente esse charme e apelo cultural que estamos buscando neste projeto”, adianta Olavo Tarraf Filho. 

Já na região, um dos destaques será o lançamento de um empreendimento semelhante ao Montelena em Araçatuba, onde a empresa já está posicionada com o Opus One - lançado em 2021 e já completamente vendido. “Neste teremos uma arquitetura bem diferenciada e arrojada, com formato em V, voltado a um público mais jovem e moderno”, detalha. 

Números
2021
R$ 250 milhões em vendas brutas
5 novos lançamentos
1.057 unidades lançadas

2022
R$ 350 milhões em vendas projetadas
10 lançamentos previstos
1.726 unidades

VGV até 2025
R$ 3,2 bilhões (acumulado de 2021 a 2025)

Land Bank
R$ 3,8 bilhões


Saiba como Olavo Tarraf Filho pretende tornar a Tarraf uma das 10 maiores incorporadoras do País


Fotos: Elton Rodrigues
Produção audiovisual: Comunic Comunicação Estratégica




Últimas Notícias sobre Mercado

Site Desenvolvido por
Agência UWEBS Criação de Sites

Categorias

As + Lidas

  1. Super Muffato Damha será um investimento de mais de R$ 45 milhões
  2. Postos de combustíveis estão abastecendo apenas com declaração de atividade essencial ou de servidor público
  3. Comércio e serviços poderão abrir seis horas por dia de quarta a sábado apenas
  4. Prefeitura divulga regras para reabertura de restaurantes, salões de beleza e academias
  5. Região do bairro São Francisco lidera o ranking de Rio Preto
Ir ao Topo